Maeve Jinkings | Biografia
maeve, jinkings, atriz, actress, cannes, aquarius
15455
page,page-id-15455,page-template-default,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,footer_responsive_adv,qode-theme-ver-9.1.3,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2.1,vc_responsive

biografia

Maeve Jinkings nasceu em Brasília/DF e aos cinco anos de idade mudou-se com a mãe para Belém do Pará, onde se formou em Comunicação Social, seguindo posteriormente para São Paulo a fim de estudar artes dramáticas. Em SP estudou no CPT (Centro de Pesquisa Teatral) do prestigiado diretor Antunes Filho, sendo também aprovada na EAD-Escola de Artes Dramáticas da Universidade de São Paulo, uma das mais importantes escolas de formação de atores do Brasil. Ainda durante o período de estudos, teve sua primeira experiência como atriz coadjuvante em cinema ao atuar no longa metragem Falsa Loura, de Carlos Reichembach. Apesar da estreia nas telas, foi um período essencialmente dedicado ao teatro, o que lhe serviu de base para desenvolver ferramentas essenciais ao trabalho do ator.

Em 2009 filma em Pernambuco o curta metragem Passageira S8º, sendo este o primeiro de uma série de trabalhos no estado, hoje um dos mais importantes centros de produção de cinema independente brasileiro. Nesse estado filmou em 2010 o longa-metragem O Som ao Redor, de Kleber Mendonça Filho, estreando no Festival Internacional de Cinema de Rotterdam 2012 e passando posteriormente por mais de 90 festivais em todo o mundo. O filme foi incluído na lista dos 10 melhores filmes do ano por A. O. Scott, do jornal The New York Times, enquanto a publicação Film Comment o agraciou com o 20o lugar na lista dos melhores do ano. O filme foi ainda escolhido como a indicação brasileira na competição de Oscar de melhor filme estrangeiro da edição de 2014. Por sua atuação no longa de Kleber Mendonça Filho, Maeve foi indicada ao prêmio de melhor atriz nos maiores festivais brasileiros.

Em 2012 Maeve Jinkings protagoniza ao lado da atriz Nash Laila o longa metragem Amor Plástico e Barulho de Renata Pinheiro atuando como uma cantora de brega decadente, até então a personagem de maior carga dramática desde o início de sua carreira. Por este filme Maeve recebeu diversos prêmios de melhor intérprete, entre eles o de Melhor Atriz no 46o Festival de Brasília, assim como o premio de Melhor Atriz no BRAFFT 2014, Festival Brasileiro de Cinema em Toronto.

Maeve teve seu primeiro convite para atuar na função de Preparadora de Elenco, no curta metragem Sem Coração, sob codireção de Tião e Nara Oliveira. O filme estreou na prestigiada Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes onde recebeu o Troféu Illy de Melhor Curta. Mais tarde Maeve Jinkings voltaria a atuar como preparadora de elenco no longa metragem Big Jato do diretor Cláudio Assis.

Em 2013, protagonizou o curta metragem Estátua! de Gabriela Amaral Almeida, produção paulistana pelo qual recebeu o segundo Candango de sua carreira, desta vez como Melhor Atriz de Curta no 47o Festival de Brasília e também Melhor Atriz no Curta Cinema Rio de Janeiro 2014.

Em 2014 atuou no longa-metragem Boi Neon de Gabriel Mascaro, interpretando uma caminhoneira de vaquejadas. O filme estreou em 2015 na Mostra Horizontes do Festival de Veneza seguido de diversos festivais internacionais e nacionais, e recebeu entre outros o Prêmio Especial do Júri no Festival de Havana, Prêmio de Melhor Direção no Festival Internacional de Cinema de Marrakesh além de conquistar quatro prêmios no Festival do Rio incluindo o de Melhor Filme. Boi Neon (Neon Bull) estreou também no circuito de cinemas dos EUA com calorosa recepção da imprensa especializada, sendo apontado por críticos do NYTimes, assim como o filme Aquarius, como um dos 10 melhores filmes em cartaz naquele país em 2016.

A estreia em teledramaturgia ocorre em 2015 quando vive a personagem Domingas em A Regra do Jogo (telenovela), de João Emanuel Carneiro, sob direção de Amora Mautner. O drama da personagem comoveu o país e se tornou um sucesso de popularidade, ampliando a comunicação da atriz com o grande público.

Em 2016 Maeve estreia em Aquarius, aguardado segundo longa metragem dirigido por Kleber Mendonça Filho e protagonizado por Sônia Braga. O filme estreou mundialmente em competição no Festival de Cannes onde foi aclamado pela critica, sendo distribuído para mais de 65 países e indicado ao prestigiado Spirit Awards nos EUA. A revista francesa Cahiers du Cinéma, o elegeu o quarto melhor filme de 2016 e foi indicado ao Prêmio César de melhor filme estrangeiro.

Em 2016 Maeve filma o longa metragem Coiote, em Minas Gerais, sob direção de Sergio Borges (O Céu Sobre os Ombros), tendo o ator Enrique Diaz como protagonista. Em São Paulo, filma também o curta metragem Vaca Profana sob direção de Rene Guerra (Os Sapatos de Aristeu; Quem Tem Medo de Cris Negão), atuando ao lado de Roberta Gretchen, atriz Trans. O filme aborda a construção do feminino e da maternidade na vida de uma prostituta e de uma mulher trans.

Em 2017 Maeve Jinkings protagoniza Terra Treme, roteiro de Gabriela Amaral Almeida e dirigido por Walter Salles. O curta metragem explora as consequências do desastre ambiental de Mariana, quando o rompimento de uma barragem provocou uma enxurrada de lama que destruiu o distrito de Bento Rodrigues. O filme faz parte de Where Has the Time Gone? projeto coletivo que reúne cinco curtas-metragens dirigidos por um integrante de cada país do grupo Brics. Exibido durante o Festival Brics de Cinema como longa de abertura, na China, o coletivo de narrativas curtas tem como destaques duas obras: o trabalho de Walter Salles e o do chinês Jia Zhang-ke.

Em 2018 estreia nova parceria artística com Renata Pinheiro e Sergio Pinheiro, protagonizando o longa metragem Açúcar, no qual interpreta uma senhora de engenho. O filme estreou em competição no Festival do Rio 2017, passando também pela Mostra de SP e Janela Internacional de Cinema. A estreia internacional de Açúcar acontece no Festival Internacional de Cinema de Rotterdam 2018. Na TV, Maeve se faz presente nas produções Lama dos Dias, seriado do Canal Brasil dirigido por Hilton Lacerda e Helder Aragão; assim como a supersérie da TV Globo Onde Nascem os Fortes, grande aposta da emissora no publico premium das 23h.